Determinado a descumprir decisão que o PSDB deve tomar, o deputado federal Roberto Pessoa (PSDB) vai apoiar o também congressista Capitão Wagner (Pros) para prefeito de Fortaleza nas Eleições 2020. “Estou com o Capitão Wagner”, disse na saída da reunião de apresentação dos resultados do Sistema S no Ceará para parlamentares estaduais e federais, ocorrida na segunda-feira, 18, no Senac Reference.

“O Carlos Matos é um deputado excelente, meu amigo pessoal, entretanto, estou com o Capitão Wagner”, declarou, referindo-se às negociações que avançam no PSDB para que o também tucano encabece a chapa. “Vou descumprir a decisão do partido”, completou.

Apesar do reforço de Roberto Pessoa no palanque, a possibilidade de apoio do PSL ainda está em aberto. De acordo com o presidente estadual do partido, deputado federal Heitor Freire, “temos um bom relacionamento com o Capitão Wagner, outros candidatos estão surgindo, como o Geraldo Luciano (Novo), então as conversas ainda estão se fazendo e a gente bate o martelo em março”.

Mesmo com a indefinição na capital, já há várias candidaturas fechadas no interior. Inclusive, o parlamentar justificou que não deve sair do PSL junto com os outros deputados que devem acompanhar o presidente Jair Bolsonaro no Aliança pelo Brasil para manter estes acordos. “Não vou sair por uma questão de responsabilidade. Temos muitos candidatos a prefeito e vereador já com chapas formadas, mas continuo na base do Governo Federal”.

“Apoio total” ao Sistema S

Na ocasião, o deputado se colocou como um “defensor do sistema S” e afirmou que vai procurar o Ministério da Economia para conhecer a proposta de corte dos repasses ao Sistema S, aventada pelo ministro Paulo Guedes no começo do ano. “Existe uma lacuna grande na profissionalização de pessoas e o Sistema S é muito importante pra isso, não apoiar o sistema S é dar um tiro no pé. Vou procurar conversar com o Ministro Paulo Guedes e sua equipe para que ele apresente uma proposta que preencha essa lacuna”.