Juntos pela primeira vez, Xand Avião e Raimundo Fagner se apresentam hoje (1º), às 20h, em live que integra a programação virtual do Festival Expocrato 2020. Confira o bate-papo que o Otimista teve com os cantores 

Naara Vale
naaravale@ootimista.com.br

Um encontro inédito promete entrar para história da música cearense. Neste sábado (1º), às 20h, Xand Avião e Raimundo Fagner sobem ao palco juntos pela primeira vez. O show ao vivo integra a programação virtual da 69ª edição do Festival Expocrato, que estava agendado para acontecer entre os dias 12 e 19 de julho de 2020, mas precisou ser adiado por conta da pandemia de covid-19. A live será transmitida simultaneamente através do Youtube da Expocrato (/festivalexpocrato) e dos dois cantores (/xandaviao/raimundofagneroficial). O evento terá também um caráter solidário e o público poderá fazer doações para instituições de caridade do Cariri.

O anúncio do encontro inédito com Fagner foi feito por Xand ainda no dia 12 de julho, enquanto fazia uma live ao lado do cantor Wesley Safadão. “João Carlos te amo por realizar um sonho meu”, agradeceu o forrozeiro ao diretor da Expocrato. Fã declarado de Fagner, Xand não tem escondido a ansiedade de dividir o palco com um dos maiores nomes da música brasileira. “Vocês não imaginam o quanto estou feliz por estar realizando um grande sonho: cantar com @fagneraimundo. É literalmente o Encontro dos Sonhos”, escreveu o cantor em suas redes sociais.

Dono de grandes sucessos como “Espumas ao Vento”, “Borbulhas de Amor” e “Cartaz”, Raimundo Fagner também está na expectativa pelo show ao lado de Xand. “O encontro inédito com @xandaviao será emocionante! Nossa LIVE do Festival Expocrato vai reunir o melhor dos dois repertórios. Esperamos todos vocês!”, publicou o compositor na sua conta do Instagram.

Além dos grandes sucessos da carreira de cada cantor, no palco, Xand e Fagner apresentarão clássicos do forró e terão também momentos individuais. Nas últimas semanas, Xand tem publicado vídeos em que aparece ao violão cantando canções de Fagner. O forrozeiro já soltou a voz em músicas como “Romance no deserto” e “Retrovisor”. Será um spoiler?

Confira o bate-bola que O Otimista fez com os cantores:

O Otimista – O seu encontro com o Xand Avião é algo inédito. Qual a sua expectativa para esse encontro?

Fagner – A melhor possível. Encontro de gerações distintas sempre podem ser bem aproveitadas. O Xand é muito ligado ao meu trabalho e isto tem facilitado bastante na escolha do repertório e na química necessária para o espetáculo, que, por sinal, está coberto de profissionalismo e pessoas bastante comprometidas com o evento pra mostrar um Ceará como ele é.

O Otimista – Os estilos musicais tocados por você e pelo Xand são completamente diferentes, assim como são bem diferentes o forró tocado hoje no Ceará e o que você tocou com Luiz Gonzaga. Como você enxerga a produção musical cearense atualmente?

Fagner – Acho que o Ceará sempre teve grandes compositores e cantores , especialmente os da minha geração e a seguinte de excelentes músicos , esta garotada nova está comprometida com o momento deles é não podemos deixar de entender este fato , acredito que um bom resultado com este trabalho com o xandi pode gerar outro momento positivo pra música cearense e visibilidade no cenário brasileiro , afinal nosso estado já tem os olhos voltados para o mundo.

O Otimista – Você tuitou que essa live com o Fagner era a realização de um sonho. Ele é uma referência na sua carreira? De que forma ele te influenciou?

Xand – Acho que Fagner é referência para todo cantor brasileiro. Ele é a própria música brasileira. Tem muito a nos ensinar como cantor, músico, pessoa. Tem muito da época de Fagner e Gonzaga que influenciou toda geração da música nordestina, e comigo não foi diferente.

O Otimista – Qual a canção do Fagner que mais te emociona?

Xand – Todas me emocionam muito, mas se só posso escolher uma, fico com Asa Partida.