O Governo Federal arrecadou R$ 148,5 milhões em outorgas no leilão de três áreas portuárias, nos portos de Santos e Paranaguá.

As duas áreas no Porto de Santos somaram R$ 147,5 milhões. Uma primeira área foi arrematada pela Hidrovias Brasil, que vai explorar por 25 anos, três armazéns ligados aos cais por esteiras e destinados a movimentação de sal e fertilizante. Já área para movimentação de líquidos, como químicos, etanol e petróleo, ficou com a Aba Infraestrutura. Por R$ 1 milhão, a Kablin levou área do Porto de Paranaguá destinada a cargas em geral.