O governo de Portugal autorizou, após 77 dias de suspensão, a volta dos voos comerciais com origem ou destino no Brasil. A liberação vale apenas para viagens consideradas essenciais e os passageiros continuarão tendo que passar por uma quarentena de 14 dias em território português.

De acordo com o documento, viagens essenciais são as destinadas a permitir o trânsito ou a entrada de cidadãos por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou humanitárias.

Os passageiros precisam também apresentar um teste PCR negativo para covid, a ser realizado 72 horas antes do embarque. A quarentena para quem vem do Brasil vale também para quem chega por meio de conexão em outro país ou pela fronteira terrestre com a Espanha.

A decisão tem validade por 15 dias.