Oto de Sá Cavalcante e sua família entraram no ranking de bilionários da Forbes, ocupando a 56ª posição no País, com fortuna de R$ 5,66 bilhões. O ingresso veio com o IPO da Arco Educação na Nasdaq, onde as ações da empresa acumulam valorização vigorosa, acima de gigantes como Uber. Em um ano, a companhia atingiu cerca de US$ 2,5 bilhões em valor de mercado. Os papéis encerraram a sessão da última sexta-feira (4) cotados a US$ 49,91, uma alta de 185% ante a precificação para o oferta inicial, que foi de US$ 17,50. Já na comparação com o início das negociações, que foi a US$ 24,50, o crescimento é de 103,7%.

Unicórnio de origem cearense, a Arco é controlada por Oto, presidente do Conselho, e sua família. Ari Neto é o CEO. O fundo de investimento General Atlantic detém 20% de participação. “Houve um trabalho de equipe muito forte. O Ari Neto faz um trabalho muito importante e lidera muitas pessoas importante. Por outro lado, não podemos esquecer do General Atlantic, importante na chegada ao mercado americano”, diz Oto em entrevista ao Tapis Rouge.

Orgulhoso, o educador relembra a trajetória da empresa, que começou como um “colégio modesto”. “Quando meu pai morreu, o colégio não tinha nenhum imóvel. Funcionava numa casa alugada na Duque de Caxias. Teve uma ação de despejo e nós perdemos. Pedimos dinheiro emprestado”. Ele conta que pediu empréstimo a um amigo para comprar o imóvel, onde ainda hoje funciona uma de suas unidades. “Passamos um ano pagando. A gente atrasava a prestação, mas avisava”, relata. Questionado se imaginava chegar tão longe, ele é enfático: “Jamais!”

O ranking de fortunas da Forbes 2019 é encabeçada por Jorge Paulo Lemann (R$ 104,71 bilhões). O primeiro cearense da lista é Cândido Pinheiro (R$ 7,43 bilhões), que fica na posição 45 no País.

Cotação Arco Educação
Evolução das ações da Arco Educação na Nasdaq