A entrevista do badalado casal, príncipe Harry e Meghan Markie – duquesa de Sussex -, à apresentadora estadunidense Oprah Winfrey causou polêmica. Os dois contaram detalhes de suas vidas privadas quando faziam parte da realeza britânica.

No encontro com Oprah, eles relataram os motivos que os levaram a se desligarem dela, fato ocorrido em janeiro do ano passado. O racismo virou ponto de pauta na conversa. Meghan, que é ex-atriz, afirmou que havia “preocupações e conversas sobre o quão escura a sua pele seria quando nascesse”, em referência a Archie, primeiro filho do casal, nascido em 2019. Ela contou que foi informada pela realeza que Archie não se tornaria príncipe, fato que lhe retira o direito de receber segurança oficial. “Isso aconteceu nos últimos meses da nossa gravidez. Pera aí, ele precisa estar seguro”, afirmou. “Criamos essa máquina monstra [de cliques e tablóides]. Vocês permitiram que isso acontecesse, o que significa que precisamos estar seguros.”, disse ela.

A entrevista também abordou os boatos de intrigas entre ela e Kate Middleton, duquesa de Cambridge, casada com o príncipe William.