Vitoriosa na disputa pela implantação de um parque de tancagem de combustíveis no Complexo do Pecém, Vopak Brazil pretende investir R$ 823 milhões no equipamento. A empresa é subsidiária da holandesa de mesmo nome e opera a tancagem do Porto de Santos.

Em proposta enviada ao Governo do Estado, a empresa afirma que os recursos podem ser próprios ou oriundos de financiamento. Além da estrutura de armazenamento, a Vopak pretende construir quatro dolphins de amarração e nova plataforma, itens que totalizam R$ 102 milhões.

Com a vitória, a empresa vai constituir Sociedade de Propósito Específico (SPE) com a CIPP S/A. O edital prevê duração por tempo indeterminado, mas exige que as propostas considerem 25 anos. As projeções da holandesa têm como referência inicial de preços o ano de 2022. Apesar de escolhido o parceiro para a obra, ela não tem prazo, já que o edital enfrenta questionamentos judiciais.

O resultado da chamada pública foi oficializado no Diário Oficial do Estado da última terça-feira, 13. A Vopak obteve maior pontuação na disputa com a Transpetro, que pretendia investir R$ 792 milhões.

Com a instalação no Pecém, o parque do Mucuripe deve ser desativado. A estrutura é defasada e apresenta problemas estruturais, o que limita o estoque cearense e contribui para o encarecimento dos combustíveis no Estado.