O governador Camilo Santana sancionou, nesta semana, leis que homenageiam duas grandes personalidades da cultura cearense. A primeira delas, Lei Nº17.903, denomina professor Gilmar de Carvalho o Museu de Arte Popular dos Mestres e Mestras da Cultura do Ceará. A segunda, Lei Nº17.904, denominada Sala Izaíra Silvino o foyer do Theatro José de Alencar. Ambos faleceram em 2021.

“Estas duas leis sancionadas pelo governador Camilo Santana são iniciativas do deputado Renato Roseno construídas conosco. Inicialmente, o deputado estava propondo o nome de Gilmar de Carvalho para a Biblioteca Pública e comunicamos que já estávamos pensando esta homenagem para o Museu da Emcetur. De pronto, o deputado teve a iniciativa de institucionalizar através de um projeto de lei”, destaca o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano Piúba. “A segunda lei, também de iniciativa do deputado Renato Roseno faz uma homenagem muito valiosa, terna, justa e repleta de beleza à professora Izaíra Silvino, dando seu nome para o Foyer do Theatro José de Alencar”, finaliza o gestor.

Sobre os homenageados

Falecido em 2021, vítima de covid-19, o professor Gilmar de Carvalho era um dos pesquisadores da cultura mais importantes do País, autor de mais de 50 livros e referência nacional na área de tradições e culturas populares.

Já a regente, compositora e educadora Izaíra Silvino deixou um enorme legado no cenário musical cearense. Estudou Música no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno e, no Crato, teve a primeira experiência em regência, atividade que se revelaria depois como uma paixão. Foi regente do Coral da UFC de 1981 a 1989. No palco de equipamentos como o Theatro José de Alencar, passou diversas vezes, compartilhando sua música sempre com paixão.