Fortaleza está em segundo lugar entre todos os municípios do Brasil no ranking de geração de energia fotovoltaica por geração distribuída, modalidade na qual o consumidor gera sua própria energia, de acordo com dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) de julho de 2019. O estado do Ceará está em 7º. Em abril, o estado do Ceará era nono colocado no Brasil e Fortaleza era o sétimo município. O levantamento pode ser visualizado nestes links: parte 1 e parte 2.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Energia da Fiec, Joaquim Rolim, estes resultados refletem o trabalho que tem sido realizado por toda a cadeia produtiva do setor no Estado do Ceará, intensificado a partir de 2015 com a Rota Estratégica de Energia da FIEC, aproveitando o impulso proporcionado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), com a revisão da Resolução Normativa 482, contando com o apoio do Governo do Estado, da Câmara Setorial de Energias Renováveis da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e do Sindienergia, que tem representado muito bem os interesses dos empresários do setor.

Joaquim acredita que haverá novo impulso ao setor a partir de setembro de 2019, com o lançamento do novo Atlas Eólico e Solar do Ceará. “O Atlas contempla importantes informações para os investidores do setor, e traz um simulador para geração distribuída de energia, mostrando ao consumidor em plataforma interativa na internet o potencial de geração de energia em qualquer local do estado”.