Festival Sérvulo Esmeraldo começa hoje (9) com uma diversificada programação que promete movimentar a cultura da região do Cariri, além de atividades virtuais. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet 

Emanuel Furtado
emanuelfurtado@ootimista.com.br

Com exibições de documentários da série “Museus a Céu Aberto”, o webinário “Arte, Ciência e Novos Horizontes”, cursos virtuais, trabalho de residência educativa, oficina e uma exposição ao ar livre, começa nesta quinta-feira (9) o Festival Sérvulo Esmeraldo (FSE 91), que abordará o tema “O Crato no Mundo”. A programação da ação cultural prossegue até o dia 30 de setembro, celebrando o legado desse grande artista em obras públicas.

Um dos maiores destaques do festival  é a mostra “Sérvulo Esmeraldo: O Crato no Mundo”, que reúne 12 obras públicas e icônicas do artista cearense no Largo da RFFSA no Crato, durante todos os dias do evento. As obras, que serão reproduzidas a partir de fotografias de Gentil Barreira impressas em grande formato, ocupará muros, fachadas e edificações da cidade, com a proposta de provocar impacto visual na paisagem urbana do município.

“O trabalho do Sérvulo é conhecido dentro e fora do Brasil e, no nosso Estado, as suas obras públicas são referências na capital, como a Femme Bateau ou o Monumento aos Jangadeiros. É um convite aos conterrâneos do artista a se apropriarem da obra daquele que levou para o mundo a linha do horizonte desenhado pela Chapada do Araripe”, destaca a curadora do festival, Dodora Guimarães, fundadora do Instituto Sérvulo Esmeraldo (ISE). Ela divide a curadoria do evento com Marcus de Lontra Costa e contou com a colaboração do artista plástico Paulo Portella Filho.

No primeiro dia do festival, o webinário “Arte, Ciência e Novos Horizontes”  debaterá o tema “Patrimônio e Generosidade” com o palestrante Alex Nicolaeff, artista, arquiteto e urbanista, nesta quinta-feira, a partir das 19 horas. O encontro terá como moderador o professor Edmar Pinheiro, que é geógrafo e Chefe de Gabinete da Reitoria da Universidade Regional do Cariri (Urca).

Já na próxima terça-feira (14), o tema abordado será “O Laboratório do Mundo”, com a palestrante Regina Teixeira de Barros, historiadora e curadora de arte. O bate-papo será moderado pela professora Sandra Nancy Freire, historiadora e pró-reitora de Extensão da Universidade. O webinário, que ocorre sempre às terças e quintas-feiras, às 19  horas, também contará com outros grandes palestrantes de notório reconhecimento e temas variados, como “Excitáveis, a Escultura e o Corpo”, “Como Expandir os Pulmões”, ”Arte, Ponte entre os Tempos” e “Novos Horizontes para a Cultura”.

Ainda dentro da programação da ação cultural, o arquiteto e artista plástico Guto Lacaz ministrará uma uma oficina de Pop-up – conhecidos como origamis arquitetônicos – com quatro horas de aulas. Nela, o artista trabalhar’ essa técnica, que permite criar cartões que, quando abertos, constroem pequenas cenas tridimensionais. Durante a oficina, os alunos têm acesso à bibliografia específica, livros e cartões exemplares dessa técnica.

Para participar da oficina, do webinário e receber certificação, os interessados devem fazer inscrição gratuita no site da Universidade Regional do Cariri (Urca – www.siseventos.urca.br). Toda a transmissão da programação online será feita pelo canal do YouTube e do Instagram do Instituto Sérvulo Esmeraldo, onde os participantes poderão interagir com os palestrantes através do chat.

Serviço:
Festival Sérvulo Esmeraldo (FSE 91)
De 09 a 30 de setembro
No Crato e com programação online no YouTube do Instituto Sérvulo Esmeraldo e no Instagram @institutoservuloesmeraldo
Inscrições: http://siseventos.urca.br