O Festival Costume Saudável, maior evento de hábitos saudáveis do Norte/Nordeste vai ampliar as fronteiras neste ano. O evento, que já soma sete edições presenciais e uma virtual, migra para as telas em formato de documentário. “Costume Saudável: os pilares para uma vida em equilíbrio” estreia no dia 29 de janeiro para todo o público, no canal no Youtube do Mercadinhos São Luiz. Antes, no dia 28, será realizada uma estreia para convidados, no Cinema do RioMar Fortaleza.

O documentário, de 40 minutos, mostra os benefícios e a necessidade de adotar uma visão mais holística sobre o ser humano, trazendo os pilares: mente, corpo, alimentação, sustentabilidade e comunidade, contados a partir de experiências de 13 convidados, profissionais de diversas áreas, que compartilham informações técnicas, científicas, e também vivências que contribuíram para uma mudança de mente e comportamento, em prol de uma vida mais equilibrada.

Segundo Joana Ramalho, diretora de Estratégia e Inovação do São Luiz e idealizadora do festival, o documentário poderá impactar a vida de muita gente. “Desde que o Festival Costume Saudável nasceu, nós percebemos que nossa missão é também contribuir com o fortalecimento desta visão mais equilibrada e saudável, que não cabe numa caixinha, mas é diversa e precisa ser compartilhada. Por isso, neste momento em que grandes eventos ainda não são uma opção, migramos para as telas, felizes por poder alcançar ainda mais pessoas”, diz.

Confira os convidados que participaram do documentário: a nutricionista Alessandra Luglio, que soma mais de 180 mil seguidores no Instagram (@aleluglio), que acompanham suas dicas para ter uma alimentação sem ingredientes de origem animal; a empreendedora Ticiana Rolim, engajada em negócios de impacto social; Priscila Veras, CEO da Muda Meu Mundo; o nutricionista Valden Capistrano; a jornalista Clara Dourado; o nutricionista Petrus Titelado; Ju Ferraz, que compartilha dicas de confeitaria e gastronomia no canal do YouTube “TPM por Ju Ferraz”; o influenciador digital Valmir Lins, os médicos Maryna Landim e Dayan Siebra; Bia Fiuza, co-fundadora e diretora do “Instituto Beatriz e Lauro Fiuza”; o psicoterapeuta Tom Trajano; e Joana Ramalho.

Mais 

Assista ao trailer do documentário: