Em sua 13ª edição, o festival Curta Canoa acontece de forma online e poderá ser conferido através do YouTube. Dez curtas de ficção, oito documentários, três filmes experimentais e três animações concorrem nas categorias melhor curta-metragem

Emanuel Furtado
jrmanu@gmail.com

Sempre realizado ao ar livre em uma das mais paradisíacas e badaladas praias do Ceará, o “Curta Canoa – Festival Latino-americano de Cinema de Canoa Quebrada” chega à sua terceira edição, dessa vez em formato online. A partir deste sábado (23) até a próxima quinta-feira (28), a partir das 16h30, o evento será exibido na sua página no YouTube, com a apresentação de filmes de curta e longa-metragem.

Mostra Competitiva de Curta-metragem, Mostra Infantil e Mostra Curta Ceará são as três mostras que integram a programação do já tradicional festival. De acordo com o evento, oito documentários, três filmes experimentais e três animações concorrem nas categorias melhor curta-metragem de animação, ficção, documentário, melhor direção, roteiro, direção de arte, fotografia, trilha original, melhor ator e atriz .

Para dar um caráter formativo, o evento realizará um seminário e uma oficina. O seminário é sobre “Políticas Públicas para o Audiovisual e o Desafio da Ancine”. Ele acontece no último dia do festival (28), às 10h, pelo Google Meet. Ministrado pelo professor e cineasta Marcelo Ikeda, a ação cultural terá mediação do produtor audiovisual, Doug de Paula.
Mesmo ainda sem data definida, o Curta Canoa também fará uma oficina sobre produção audiovisual por meio do celular, que foca no tema: “Curta Canoa e a Natureza” e tem como ministrante Vitor Grilo, que é realizador audiovisual.

“Criamos uma programação de curtas da Mostra Infantil. Fizemos a Mostra Competitiva de Cinema e Vídeo, assim como a Mostra Curta Ceará, que apresenta os filmes do Estado que não conseguiram entrar na Mostra Competitiva. Como a Lei Aldir Blanc é um recurso que veio para o Ceará, então não poderíamos deixar de dar um destaque para os filmes cearenses”, explica Adriano Lima, diretor do festival.

Segundo ele, a seleção para a Mostra Competitiva foi feita por uma equipe de três júris e de forma remota, por conta da pandemia. “Também tivemos o cuidado de pegar filmes de todas as regiões do país. Então, fizemos um mesclado para que o público possa conhecer um pouco da cinematografia de todo o Brasil”, acrescenta o diretor.

“Aqueles Dois”

O jornalista e cineasta Émerson Maranhão, que é diretor de Entretenimento da TV Otimista, é um dos artistas que está participando da Mostra Competitiva do Curta Canoa, com o documentário “Aqueles Dois”. “Desde que o filme estreou, a gente queria muito passar no Curta Canoa, que é um festival massa, em que eu estive nas primeiras edições.

Infelizmente ele ficou dois anos sem acontecer, mas agora está de volta. E quando saiu a seleção desse ano, a gente ficou super feliz de estar na mostra, que tem muitos filmes bacanas, vindos de vários lugares, trazendo vários olhares. E isso é incrível!”.

Émerson lembra que esse é o 52º festival em que ‘Aqueles Dois’ é selecionado. “Apesar de a gente já ter essa carreira longa em festivais, cada nova seleção é uma alegria imensa. Especialmente porque é uma oportunidade de o filme alcançar novos espectadores, chegar a novas plateias, a novos mundos. E é essa a nossa expectativa em relação ao Curta Canoa. Ou seja, conseguir que a história de nossos dois protagonistas emocione novos públicos”.

Serviço

13º Curta Canoa – Festival Latino-americano de Cinema de Canoa Quebrada: 
Quando: de 23 a 28 de janeiro
Onde: pelo canal do festival no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UC6Y6YHA92wBicJgs8LMFBnQ)
Programação: www.curtacanoa.com.br
Instagram:@curtacanoa
Facebook: @CurtaCanoaFestival