O desenhista e professor de língua portuguesa Abner Dangelo tem feito sucesso na internet com seus desafios criativos. Em clima de São João, ele criou um desenho exclusivo para O Otimista com 24 bandas de forró. Você consegue encontrá-las?

Emanuel Furtado
emanuelfurtado@ootimista.com.br

Sabe aqueles desenhos de desafios que estão sendo compartilhados nas redes sociais com referências a nomes de bairros, ruas e cidades do Ceará, por exemplo? Para festejar o São João, comemorado oficialmente nesta quarta-feira (24), o desenhista digital Abner Dangelo criou um exclusivo para O Otimista, onde usa a criatividade para brincar com 24 nomes de bandas de forró – número em alusão ao dia do santo – que fizeram e fazem sucesso na terrinha.

Ele conta que, para a produção dos desenhos, usa uma mesa digital e um notebook e leva cerca de três dias entre o processo criativo  e  a finalização. Neste desafio exclusivo, Abner utilizou como cenário uma cozinha, daquelas simples encontradas em casas no Interior do Estado.

“Esse tipo de desenho que preenche a folha, eu sempre gostei de fazer. Já fazia à mão antes, e são guardados na casa da minha mãe. Tem uma pilha lá. Daí eu comprei uma mesa digital e comecei a desenhar mais nela. Com a quarentena eu fiquei mais preso, então essa mesa tem sido bem útil para mim. E eu sempre olho para as coisas procurando duplo sentido nas palavras. Eu sou professor de português. Olhando placa de carros, eu fico criando palavras. E eu acabei trazendo isso para o desenho”, explica ele, que também é formado em Letras.

Abner lembra que, no início da produção desses desafios em forma de desenho, colocava no Instagram e não tinha repercussão. “Estou há pouco tempo no aplicativo e, por eu ser professor, boa parte dos que já me seguiam eram meus alunos, com uma faixa etária muito baixa.Muitas vezes as referências não tinham nenhuma graça e eles não entendiam. Até que eu tive a ideia de fazer um desenho de uma banda e algumas pessoas gostaram”.

A partir daí, Abner destaca que espalhou a obra pelo Facebook e “quando foi no dia seguinte o negócio estava em tudo que era canto. Aí eu tive a ideia de fazer mais, porque o pessoal começou a gostar. Como começaram a aparecer outros seguidores no Instagram, eu pude soltar a imaginação. Então começou meio por aí, quando o pessoal foi pedindo e eu fazendo”.

De acordo com ele, a aceitação do trabalho tem crescido a cada dia. “Depois que o Fortaleza Ordinária e alguns perfis do Instagram divulgaram, deu uma ‘bombada’ bem legal e agora tem aparecido o pessoal de outros estados. A aceitação é boa e as pessoas agradecem. O mais gratificante é isso: o agradecimento das pessoas. Dizem que eu tenho dado a elas alegria e diversão nesse momento da quarentena”.

MAIS
Siga o perfil do artista no Instagram: @abnerdangelo