Em sua 21ª edição, DFB Festival apresenta, de hoje (28) a 31 de julho, o DFB LiveModa. Serão 16 desfiles de estilistas e marcas cearenses, todos no formato virtual. A transmissão será pelo canal do YouTube do evento 

Naara Vale 
naaravale@ootimista.com.br

Não terão corredores lotados nem disputa pelos melhores lugares na plateia. Mas nem por isso os amantes da moda ficarão sem as novidades que os estilistas cearenses têm para mostrar. Por conta da pandemia de coronavírus, neste ano, o DFB ganhou uma edição virtual, batizada de DFB Digifest. Além de agregar ações de solidariedade e incentivo a pequenos produtores locais, de hoje (28) até o próximo dia 31 de julho, o evento realiza o DFB LiveModa, que apresentará 16 desfiles de forma 100% online. O conteúdo será transmitido no canal do YouTube.

Criado em 1999, DFB é considerado o maior encontro de moda autoral da América Latina, reunindo estilistas consagrados e lançando nomes que são grandes promessas do trade. Participam desta edição Bruno Olly; Ivanildo Nunes; Lindebergue; Coletivo (Bruno Queiroz + Catarina Mina + Gisela Franck + Bikiny Society); Vitor Cunha; Almerinda Maria; Rendá por Camila Arraes; Ronaldo Silvestre; Kalil Nepomuceno; Baba, Marina Bitu e Thereza Montenegro, sendo as duas últimas estreantes no evento. No dia 31 de julho, às 20h, serão revelados os vencedores do Concurso dos Novos, MoveModa e Prêmio DFB Digital.

O formato online segue uma tendência mundial de seguir movimentando o mercado de moda. Os desfiles que serão apresentados logo mais foram gravados em uma produtora de vídeo, seguindo todos os protocolos de segurança. “Realizar o DigiFest foi uma maneira manter o evento vivo, pulsante e incentivador dos novos talentos”, explica o diretor do DFB, Cláudio Silveira. Com foco nas redes sociais, desde o dia 1º de junho o evento vem apresentando novidades a cada semana e atingindo milhares de pessoas, público ainda maior que no evento físico. “É um novo momento, não sabemos o que vem pela frente, mas estamos preparados e dispostos a nos manter em movimento para continuarmos relevantes e fortes”, completa o realizador.

Reiventando-se

Veterano nas passarelas do DFB, do qual participa desde 2002, o estilista Kallil Nepomuceno diz que ver uma coleção ao vivo tem um sabor especial, porém, o resultado da edição digital está surpreendente. “Foi uma experiência completamente diferente, com muita tecnologia de ponta. Eu trabalho com muita coisa de textura, tecidos diferentes e não conseguia ver isso na qualidade de imagem dos vídeos”, aponta Kallil.

Para ele, o DFB é a grande vitrine para os estilistas cearenses. “Amo fazer desfile. É a minha cachaça, é a oportunidade que tenho de materializar meu processo criativo, sem falar na estrutura maravilhosa que o evento oferece”, elogia. Especialista no mercado de festas, um dos mais afetados durante a pandemia, Kallil precisou reinventar-se. Para esta edição, ele preparou uma coleção com 20 looks mais casuais, inspirados na moda oriental, com muitos kimonos e calças sarongues. “Como o momento não é festa, desenvolvi uma coleção meio casual, mas chique, que dá para usar fora das festas”, conta o estilista.

Moda intimista

Também para adequar-se ao novo momento, a estilista Camila Arraes, da marca Rendá, vai levar para a passarela do DFB LiveModa uma coleção mais casual. “É uma coleção mais intimista para que as pessoas possam usar em eventos mais casuais, mas sem deixar de mão a nossa proposta inicial de bordados, da renda renascença, dos rechilieus, de tudo o que é feito à mão, que tem caráter de arte”, revela cap da Rendá, que ano passado levou seu trabalho para a Semana de Moda de Milão e aos Emirados Árabes.

Pelo quarto ano no DFB, Camila elogia o formato online do evento. “O DFB é  o momento em que os cearenses conseguem mostrar o seu fazer, o seu trabalho. Essa foi uma forma criativa que o Cláudio e a Helena Silveira tiveram para estar unindo os amantes da moda”, ressalta. “A gente sente falta do público, mas acredito que vai ter um alcance muito maior. Eu acredito que vai ser uma tendência os estilistas estarem desenvolvendo suas coleções e lançando virtualmente”, aposta.

 

SERVIÇO

DFB DigiFest 2020

Festival Online de Moda, Cultura e Empreendedorismo

Até 31 de julho de 2020

Programação online em www.dfbfestival.com.br

Novidades e atualizações nas redes sociais: @dfbfestival

Line-up dos desfiles:

Terça, 28/07

19h – Bruno Olly

19h30 – Ivanildo Nunes

20h – Lindebergue

Quarta, 29/07

19h – Coletivo: Bruno Queiroz / Gisela Franck / Bikiny Society

19h30 – Vitor Cunha

20h – Almerinda Maria

Quinta, 30/07

19h – Rendá por Camila Arraes

19h30 – Ronaldo Silvestre

20h – Kallil Nepomuceno

Sexta, 31/07

19h – Marina Bitu

19h30 – Thereza Montenegro

20h – Baba