A BSPar promoveu uma confraternização para marcar o encerramento do Desafio do Closet, que mobilizou colaboradoras nesse período de isolamento e retorno ao trabalho. O projeto procurou incutir a ideia da cultura do consumo consciente na empresa e surgiu por ocasião do período de isolamento, quando foram promovidas palestras virtuais sobre educação financeira para aproximar as pessoas.

Desde então, as colaboradoras da BSPar passaram a desenvolver internamente o conceito de consumo consciente, procurando ajustar peças de roupas ao dia-a-dia. Para isso, um grupo de 25 funcionárias estabeleceu que, por três meses, a partir de junho, não se compraria um item de closet, mas não se repetiria o look.

Também como parte da ação foi realizado um bazar para a troca de peças de vestuário. Inicialmente, foram veiculadas duas palestras para o público interno e duas para o público externo.

“Procuramos falar sobre o assunto como se fosse uma matéria do ensino formal, assim como estudamos matemática e português, é necessário o estudo sobre finanças. A gente observa que a família brasileira não fala sobre isso. Precisamos entender finanças pessoais como uma necessidade da população”, diz Renata Paula, diretora Administrativa Financeira da ‎BSPar.

Confira as fotos do evento de encerramento, cedidas pela BSPar.: