O Cirque du Soleil Entertainment Group, empresa que gere o Cirque du Soleil, está cogitando pedir falência depois que foi forçado a cancelar shows por causa do surto de coronavírus.

O Cirque du Soleil teria hoje uma dívida de US$ 900 milhões (cerca de R$ 4,5 bilhões), disse uma fonte interna à Reuters, mas credores estariam dispostos a negociar este valor com a companhia.

A companhia de circo nascida em Montreal teve que demitir temporariamente a maioria de seus funcionários em meio à crise. As demissões teriam afetado pelo menos 4,6 mil funcionários, cerca de 95% da força de trabalho da empresa.