A Chanel informou neste domingo (29) que lançará uma produção de máscaras para ajudar a reforçar os suprimentos na França, que está usando mais de 40 milhões unidades do produto por semana.

Os protótipos estão sendo trabalhados e entrariam em produção assim que recebessem a aprovação das autoridades francesas.

“Hoje estamos mobilizando nossa força de trabalho e nossos parceiros para produzir máscaras e blusas de proteção”, afirmou a Chanel em comunicado.

Em relação ao seu grupo de moda de luxo, a Chanel disse que não colocaria nenhum de seus 4.500 funcionários em desemprego temporário, num momento de crise da atividade econômica.