Boninho, diretor de núcleo do Big Brother Brasil, já havia confirmado o retorno da dinâmica do paredão falso na edição de 2021. Neste final de semana, ele confirmou que irá acontecer na sexta semana de confinamento, na eliminação que aconteceria em 9 de março.

A informação foi dado pelo diretor respondendo a comentários no Instagram. A dinâmica fez sucesso em edições passadas e é uma das favoritas dos fãs do programa.

Ainda sem informações como irá acontecer no BBB 21, o paredão falso é, em geral, uma eliminação onde o participante escolhido volta para o jogo minutos, horas ou dias depois de ser “excluído” do jogo.

Paredão Falso

O formato esteve presente em cinco edições do reality show. No BBB 13, Anamara Barreira foi a primeira selecionada. Ela assistiu tudo que aconteceu na casa por dois dias e um quarto secreto, voltou como líder e indicou um participante ao paredão.

No BBB 16 foi a vez de Ana Paula Renault ganhar o benefício. Ela passou um dia escondida no andar de cima da casa, observou o jogo e voltou para participar da prova líder. Sua estadia no quarto secreto movimentou as redes sociais e a deu o favoritismo para o prêmio daquele ano.

No BBB 17, Emilly foi eliminada em uma dinâmica na casa. Os companheiros de confinamento decidiram que ela sairia do jogo, mas na verdade, ela foi encaminhada para o quarto do líder, onde permaneceu por alguns dias. Ela chamou alguns amigos e assim dividiram a casa numa nova dinâmica de muro.

Já no BBB 18, a futura campeã Gleici Damasceno participou de um paredão misto. Dos três indicados, dois sairiam. Um seria eliminado – que foi o caso de Mahmoud Baydoun – e outro iria para o quarto secreto para assistir a tudo. Ela voltou numa cena que marcou aquela edição e iniciou um barraco com Patrícia Leitte.

No BBB 19, Gabriela Hebling foi eliminada, passou pela porta de saída e retornou à casa minutos depois pela despensa. Sem informações extras, o episódio apenas movimentou o jogo por pouco tempo.