Desde o falecimento de Nicette Bruno em decorrência da covid-19, sua filha, a atriz Beth Goulart, vem compartilhando seus pensamentos, sentimentos e reflexões com o público. Muito vocal sobre a falta que a mãe tem feito no seu dia a dia, seu força inspira aqueles que precisam lidar com situações semelhantes.

Em entrevista ao jornal Extra, Beth fala sobre a infecção de sua mãe. Nicette foi acometida pela doença mesmo após meses de isolamento rígido. Bastou a visita de um parente assintomático para contrair o vírus. E a atriz demonstra compaixão por esta pessoa.

“Ninguém fez isso por querer. A gente sabe que cada vez mais todo mundo tem que ter consciência de evitar determinadas coisas que possam causar o contágio. Como foi no caso da mamãe. Talvez essa pessoa não tenha tido o devido cuidado. E acho que hoje temos que ter esse cuidado. Mas não dá para julgar o outro. Não somos nós que vamos fazer isso. Tem um olhar superior, que sabe o porquê de tudo. Nós temos é que ter uma certa compaixão também por essa pessoa, porque não deve ser fácil pra ela. Então precisa da nossa oração e de fortalecimento. Se Deus permitiu, quem somos nós pra achar qualquer coisa?”, revelou Beth.

Nicette já tinha 87 anos e era do grupo de risco. Morava sozinha com alguns empregados no mesmo condomínio de Beth, que a visitava todos os dias, mas de máscara e mantendo certa distância.

A pandemia também afastou a atriz veterana de seu biógrafo, Cacau Hygino. Beth transmitia as perguntas à mãe e gravava as repostas para o livro. O livro deve ser lançado ainda em 2021.