A apresentadora Ana Maria Braga usou o final do seu programa para dar uma notícia triste a seus telespectadores. Durante o espaço do quadro “Pensamento do Dia”, Ana revelou ter sido diagnosticada com câncer de pulmão pela terceira vez.

Ela revelou que recebeu a notícia da doença no começo do ano e explicou mais sobre a gravidade da situação. “É um adenocarcinoma. Semelhante aos outros, mas que é mais agressivo e não é passível de cirurgia ou de radiocirurgia”, disse Ana citando os tratamentos das outras duas vezes que foi diagnosticada com câncer de pulmão.

Para esta doença, ela fará quimioterapia e imunoterapia. Ela tomou o primeiro ciclo de tratamento na última sexta-feira (24). E justificou a razão de estar compartilhando isso em seu programa é, também, para explicar sua possível ausência em edições futuras do matinal.

“Eu não sabia, na verdade, se eu iria conseguir chegar hoje porque normalmente quando se faz uma quimioterapia e uma imunoterapia, tem seus efeitos colaterais (…) e tem dias que você fica mais sensível”, avisou a apresentadora que receberá o tratamento a cada 21 dias.

Sobre outro efeito colateral, Ana disse que seu cabelo não irá cair pelo tipo de tratamento que ela está realizando ser mais avançado que os anteriores.

Ana também avisou que irá sair de férias no dia 7 de fevereiro, mas disse que esse descanso já estava marcado antes do diagnóstico e que não deveriam se preocupar porque ela retornaria após o carnaval.

O médico que a acompanha o tratamento da apresentadora é o oncologista Dr. Antônio Carlos Buzaid, que, segundo Ana, “entrou para ganhar”.

Em pedido aos telespectadores que a acompanham diariamente, Ana Maria pede: “Quero contar com a sua força, com o seu carinho de sempre. As suas orações, principalmente, que sempre me ajudaram muito”, disse a apresentadora que já passou por momentos de doença durante seu período a frente do Mais Você.

Ana finalizou o momento dizendo, “A vida continua normal. Eu tenho muita fé, eu tenho uma força que vem de Deus. Eu acredito que vou sair dessa e vou dividir esses momentos com vocês. Obrigado por todo o carinho de sempre”, finalizou.

Sobre o adenocarcinoma

O adenocarcinoma é maligno e deriva de células glandulares. Ele pode afetar quase todos os órgãos do corpo. Em geral é um tipo de câncer bastante agressivo e de difícil remoção cirúrgica, causando um diagnóstico bastante desfavorável.

No caso de Ana Maria, apenas o pulmão foi atingido pela enfermidade.

Imagem: Reprodução/TV Globo