Um convênio firmado entre a Unimed Ceará e a Universidade de Fortaleza (Unifor) vai permitir a realização de pesquisas a partir do banco de dados da cooperativa de saúde, respeitando o sigilo  dos pacientes. O objetivo é traçar um perfil epidemiológico dos pacientes para propor melhorias de atendimento.
Participaram da solenidade de assinatura do convênio, no dia 25, o chanceler da Fundação Edson Queiroz (instituição mantenedora da Unifor), Edson Querioz Neto, a reitora, Fátima Maria Fernandes, o presidente da Unimed Ceará, Dr. Darival Bringel e a diretoria da entidade.
A iniciativa, que vai além do esboço do perfil epidemiológico, vislumbra também a viabilização de um segundo projeto que é um App (Interautismo), e outros mais que forem de interesse comum, além da disponibilização da operadora para campo de estágios na área da Saúde Suplementar.
De acordo com o presidente da Unimed Ceará,  “com a implantação do ‘BIG DATA’, através desta parceria, instituiremos políticas de gestão voltadas para doenças crônicas não transmissíveis, terapias especiais, Atenção Integral à Saúde, atendimento domiciliar e melhor gerenciamento da operadora. Definiremos parâmetros de envolvimento comunitário, acessibilidade dos serviços e de resolubilidade médica, expandindo o mercado e fidelizando clientes”.