A Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) iniciou a semana com um debate sobre a reforma da Previdência Social. O presidente do legislativo municipal vereador Antônio Henrique (PDT), abriu a Audiência Pública na manhã desta segunda-feira (15). “É uma discussão que interessa a todos nós, pois implica no futuro da aposentadoria de todos os trabalhadores. Vamos entender melhor a proposta que foi apresentada pelo Governo e propor ideias com a presença de especialistas no assunto”, destacou. Além de Antônio Henrique, a mesa foi composta pelos vereadores Iraguassú Filho (PDT), Gardel Rolim (PPL) e Guilherme Sampaio (PT), pelo ex senador da República, José Pimentel e o deputado federal Mauro Filho (PDT/CE).

O primeiro a usar a tribuna foi o Deputado Federal Mauro Filho que defendeu que “o que há de errado com essa proposta é que querem fazer a correção dos problemas da Previdência, prejudicando os menos favorecidos.”

O ex-senador e ex-Ministro da Previdência, José Pimentel, afirmou que “essa reforma tem como objetivo tirar os poucos direitos que os mais pobres têm no Brasil. Eles pegam o Beneficio de Prestação Continuada (BPC) que é assegurado a todo o idoso que tem mais de 65 anos de idade, que é miserável e a renda familiar é de até um quarto de salário-mínimo e eleva a idade para 70 anos e só a partir daí ele volta a receber o salário-mínimo. Abaixo de 70 anos o aposentado vai receber uma media de 400 reais por mês. Isso é um absurdo.”

As pessoas participaram ativamente da Audiência Pública indo à tribuna e dando opinião sobre o assunto. Também foi aprovada, pelos presentes, a iniciativa da Câmara Municipal que, por meio dos vereadores e do presidente Antônio Henrique, realizou um debate aberto sobre a proposta de reforma da Previdência que está em tramitação no Congresso Nacional.