O jornalista Ricardo Boechat (66), do grupo Bandeirantes, morreu na manhã desta segunda-feira (11) em um acidente de helicóptero na Rodovia Anhanguera, em São Paulo. A aeronave se chocou com um caminhão quando o piloto, que também morreu, tentava fazer um pouso de emergência. O acidente com o helicóptero e um caminhão aconteceu por volta do meio-dia, logo abaixo do Km 7 do viaduto do Rodoanel, no sentido rodovia Castelo Branco.

Âncora do Jornal da Band e da BandNews FM, Boechat teve passagem pelos principais jornais do País, como O Globo, O Dia, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil. Ele era casado pela segunda vez com Veruska Seibel, de 46 anos, desde 2005, e tinha duas filhas com ela: Valentina, 12, e Catarina, 10. Ele deixa outros quatro filhos: Bia, 40, Rafael, 38, Paula, 36, e Patricia, 29, frutos do casamento com Claudia Costa de Andrade.

O presidente Jair Bolsonaro lamentou o fato em seu twitter:

“É com pesar que recebo a triste notícia do falecimento do jornalista Ricardo Boechat, que estava no helicóptero que caiu hoje em SP. Minha solidariedade à família do profissional e colega que sempre tive muito respeito, bem como do piloto. Que Deus console a todos!”