A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e o Sebrae/CE realizam, com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Estado do Ceará (Sedet), a Conferência Internacional de Economia Criativa, nos dias 25 e 26 de junho, no Auditório do Sebrae (Av. Monsenhor Tabosa, 777 – Praia de Iracema, Fortaleza). Com o tema “Territórios e Redes Criativas como Estratégia de Desenvolvimento”, o evento tem o propósito de debater novas propostas, modelos e alternativas de desenvolvimento, a partir da economia criativa, e é destinado a empreendedores criativos, pesquisadores, estudantes, secretários de cultura, gestores públicos e privados e o público em geral.

A Economia Criativa no Ceará

De acordo com pesquisa realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), em 2016, as indústrias criativas geraram durante o ano de 2015, R$ 165,6 bilhões para o País e a participação do PIB criativo estimado no PIB brasileiro cresceu de 2,56% para 2,64%, no período de 2013 a 2015.

Segundo a mesma pesquisa, em 2015 o Ceará contava com 4,1 mil empreendimentos criativos, o que representava 2,4% de todos os estabelecimentos do Estado. Esses negócios, organizações, empreendimentos, foram responsáveis pela geração de um PIB Criativo de R$ 2,3 bilhões, o que equivale a 1,6% de tudo que foi produzido no Estado, sendo o terceiro maior PIB do Nordeste e o décimo do País.

Serviço:
Conferência Internacional de Economia Criativa
Data: 25 e 26 de junho
Local: Auditório do Sebrae
(Av. Monsenhor Tabosa, 777 – Praia de Iracema, Fortaleza)