Em reunião do Conselho Deliberativo da Sudene com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e governadores dos estados nordestinos nesta sexta-feira (24), em Recife, o governador Camilo Santana (PT) defendeu a ampliação de investimentos em infraestrutura no Nordeste para alavancar o crescimento e aumentar a geração de empregos na região. 

“O plano será importante para atrair investimentos, impulsionar a economia e gerar mais empregos no Nordeste. Há um interesse muito grande de investidores internacionais no Brasil e principalmente na Região. Eles enxergam o Nordeste com um grande potencial de crescimento. Tive a oportunidade de estar recentemente na China e visitei a maior empresa de construção da Ásia e a terceira maior do mundo. Acredito que é importante a gente traçar alguns projetos prioritários que possam ter influência regional. Falo da Transnordestina, que é uma obra fundamental para o Nordeste e hoje ligaria Piauí, Pernambuco e Ceará. Passamos quatro anos lutando para que a ferrovia pudesse ser concluída”, disse Camilo Santana.

O governador também falou sobre a importância de se desburocratizar para tornar o ambiente de negócios da região mais atrativo e sugeriu que a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) seja esse captador de investidores internacionais.

Durante o encontro, também houve a apresentação do Plano de Desenvolvimento do Nordeste, que foi aprovado pelos governadores. Além disso, o Conselho Deliberativo do órgão aprovou o pleito dos gestores estaduais de destinar 30% dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) para financiar obras de infraestrutura nos estados. Foram liberados pela União cerca de R$ 4 bilhões para melhorar a infraestrutura da região.O plano tem o objetivo de fomentar o crescimento da região entre os anos de 2020 e 2023 e prevê como forma de aumentar investimentos a realização de concessões e parcerias público-privadas.