Marcando um novo momento para uma das marcas mais tradicionais do universo automobilístico, a Jaguar lança o novo E-Pace, um SUV compacto que adianta todas as tendências da grife inglesa.

O modelo, que visa cativar um público mais jovem e ligado à tecnologia e esportividade, será apresentado ao público cearense nesta quarta-feira (23), durante coquetel de inauguração da nova sede da Extrema, concessionária Jaguar – Land Rover que, ao lado da Orion (Kia), Starfor (Ford), TrilhaFor (Troller) e Terra Motos (Yamaha), integra o grupo Agências Peixoto.

O evento contará com a presença do presidente da Jaguar – Land Rover para a América Latina e Caribe, Fréderic Drouin. O executivo francês, nascido na pequena Chantilly e com larga experiência no mercado automotivo sul-americano – já mudou para o Brasil três vezes, sempre para assumir postos estratégicos em empresas do setor – conversou a Tapis Rouge por e-mail para falar sobre as novidades que a Jaguar e a Land Rover preparam.

Frederic
Frederic Drouin é o convidado especial para a inauguração da nova loja Extrema Jaguar Land Rover.

Drouin descartou, no momento, tanto a produção de modelos da Jaguar na fábrica que o grupo inaugurou em 2016 em Itatiaia (RJ), que produz os modelos Range Rover Evoque e Discovery Sport, quanto a nacionalização da motorização das marcas.

a partir de 2020 todos os novos veículos da Jaguar -Land Rover terão opções eletrificadas. apresentaremos um portfólio de produtos  abrangendo veículos elétricos híbridos, totalmente elétricos e plug-in

Tapis RougeA fábrica da Land Rover no Brasil continua operando em um turno? Há previsão de aumentar a produção a curto prazo, tanto para atender a demanda local, quanto para possível exportação?

Fréderic Drouin Sim. Por enquanto estamos trabalhando para atender à demanda de mercado.

Tapis RougeA motorização dos carros produzidos em Itatiaia ainda é inteiramente importada. Existe previsão para nacionalizar estes componentes?

Fréderic Drouin – Não. A Jaguar Land Rover abriu recentemente uma fábrica de motores próprias em Wolverhampton, Reino Unido, que suprirá todos as suas unidades fabris ao redor do mundo.

Tapis RougeJá que a planta brasileira é flexível e capaz de montar carros de ambas as marcas, há estudos para montagem de modelos da Jaguar? Quais seriam e a partir de quando?

Fréderic Drouin – Não, não existe plano sobre isso no momento.
     
Tapis RougeQual o percentual de participação atual das marcas do grupo no segmento premium no Brasil?

Fréderic Drouin – A Jaguar é a marca premium que mais cresce no mundo. A Land Rover é a marca de SUV premium com maior participação de mercado, com um em cada quatro veículos desse segmento vendidos.

Epace
E-Pace será apresentado na quarta (23)

Tapis RougeLuxo, resistência, desempenho e tecnologia sempre foram características da Jaguar e da Land Rover, e inovações como downsizing e motores híbridos são cada vez mais frequentes. Qual é a grande aposta do grupo para tornar os veículos mais eficientes e econômicos que devem vir com os próximos lançados?

Fréderic Drouin – Continuamos a investir fortemente em novas tecnologias, incluindo 1 bilhão de libras em tecnologias mais limpas na nossa fábrica de motores em Wolverhampton. Além disso, a partir de 2020, todos os novos veículos da Jaguar Land Rover terão opções eletrificadas. A Jaguar Land Rover apresentará um portfólio de produtos eletrificados em toda a sua gama de modelos, abrangendo veículos elétricos híbridos, totalmente elétricos e plug-in. Nosso primeiro SUV de desempenho totalmente elétrico, o Jaguar I-PACE, sai à venda em 2018.

Tapis RougeAlgumas companhias já começam a questionar a eficiência do downsizing, como já anunciado pelo presidente da Wolkswagen, Herbert Diess, que chegou a dizer que esta tecnologia “é coisa do passado”, por não reduzir adequadamente a emissão de poluentes. É a mesma visão da Jaguar-Land Rover?

Fréderic Drouin – Para atender às necessidades de nossos clientes, bem como cumprir nossas obrigações regulamentarias, também continuaremos nossos esforços para melhorar as emissões e a economia de combustível pelo aumento do uso de tecnologias de leveza, conservação de energia do veículo e redução de motores. Já reduzimos em 25% nossa média de CO2 da frota desde 2007 e anunciaremos como melhoraremos isso ainda entre agora e 2020, no devido tempo.


Tapis Rouge – O senhor já morou no Brasil em outras ocasiões e acompanhou várias fases do mercado automobilístico nacional. Na sua avaliação, o mercado brasileiro está em recuperação? Qual a expectativa de crescimento para os próximos anos?

Fréderic Drouin – Não comunicamos nossas projeções de vendas, mas acreditamos no mercado brasileiro e sua recuperação.


Tapis Rouge – E em relação ao mercado latino, qual deve ser o mercado que a Jaguar-Land Rover aposta crescer mais?


Fréderic Drouin – Mexico, Colombia, Peru, Chile são os mercados mais promissores para Jaguar – Land Rover.


Tapis Rouge – Além do E-pace, quais devem ser os próximos lançamentos do grupo no Brasil?


Fréderic Drouin – Além do Jaguar E-PACE e I-PACE, teremos os motores plug-in híbridos com elétricos dos modelos Range Rover e Range Rover Sport. Fiquem atentos a esses lançamentos.

PERFIL: Fréderic Drouin, 53, estudou no prestigiado Instituto de Estudos Sociais e Políticos de Paris, mais conhecido como “Sciences Po”, e mestrado em Marketing e Relações Internacionais na Carolina do Sul, EUA. Além do Brasil e da França, já morou, a serviço do Grupo PSA (Peugeot-Citroën), na Alemanha, na Holanda e na Suíça. Sua primeira experiência no Brasil foi dirigindo o Banco PSA, nos anos 1990. Em segundo momento assumiu as as operações da Peugeot e depois de uma temporada na Suiça, saiu do grupo francês, onde estava há mais de 25 anos, e retornou para assumir o desafio de gerir as operações de duas marcas de luxo, como a Jaguar e a Land Rover, em época de recuperação de uma severa crise no setor.

SERVIÇO

Extrema Land Rover – Jaguar

Avenida Santos Dumont, 6905, Papicu.

http://agenciaspeixoto.com.br/