A Prefeitura de Fortaleza deve iniciar, até o fim do primeiro semestre deste ano, as ações do Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS), o maior pacote de ações voltadas especialmente para o meio ambiente na Capital.

Na tarde desta terça-feira (26.02), foi aprovada, no Plenário do Senado Federal, a contratação de operação de crédito externo com o Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD – Banco Mundial), no valor de US$ 73,3 milhões, para financiamento de parte do Programa Fortaleza Cidade Sustentável (FCS).

Com isso, Fortaleza terá o maior investimento de sua história para promover a integração do ambiente natural e do ambiente construído, impactando de forma positiva na saúde ambiental e na segurança urbana da população.

O Programa Fortaleza Sustentável reúne uma série de iniciativas que significarão avanços importantes para a Capital, como os projetos Águas da Cidade, que melhora a balneabilidade da orla marítima, além da requalificação do Parque Rachel de Queiroz.

O prefeito Roberto Cláudio comemorou o resultado da votação no Senado Federal, destacando o envolvimento dos senadores cearenses Cid Gomes e Tasso Jereissati. “Conversei com os nossos senadores, destacando a importância do financiamento para a cidade de Fortaleza e encontrei apoio e engajamento, inclusive na articulação com o relator da matéria na Comissão de Assuntos Econômicos, o senador Plínio Valério, do Amazonas, a quem pude agradecer por meio de ligação telefônica. Agora, é agilizar as ações, iniciar as obras e garantir os benefícios à nossa população, construindo um legado para a Cidade que vai ultrapassar gestões”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio.

 

*Com informações da Prefeitura de Fortaleza