A Aena Desarrollo Internacional arrematou o bloco de aeroportos do Nordeste, formado pelos equipamentos de Recife (PE), Maceió (AL), João Pessoa (PB), Aracaju (SE), Juazeiro do Norte (CE) e Campina Grande (PB). Com ágio de 1.10,69%, a empresa espanhola vai desembolsar R$ 1,851 bilhão para administrar os terminais aéreos pelo período de 30 anos.

Entre os aeroportos que a Aena administra estão os de Madri, Barcelona, Las Palmas, Valência e Gran Canaria, na Espanha, além de outros na Jamaica, Reino Unido e Colômbia. 

(Com informações do Focus.jor.br)