O sorriso perfeito, sonho de grande parte das pessoas e cartão de entrada no mundo dos negócios, está cada vez mais acessível. Graças a tecnologias de avaliação dentária e projeção de imagem, aplicadas em tratamentos rápidos e não invasivos, é possível prever como ficará o rosto e fazer moldes de teste com mais rapidez e precisão.

A técnica, chamada Digital Smile Design – DSD,  ou planejamento digital do sorriso, é utilizada pela Dra. Cláudia Paiva, mestra em Reabilitação Oral, para aliar a saúde bucal à melhoria da imagem do paciente. De acordo com a dentista, que também possui especialização em Estética Avançada, o paciente é avaliado com a ajuda de programa de computação gráfica específico. “São utilizadas fotografias faciais e dentárias e princípios de harmonia, estética e composição do rosto do paciente para alinhar com a imagem que a pessoa deseja expressar”.

Para Cláudia, o DSD influi diretamente na qualidade de vida das pessoas, “ajudo-as a resgatar a vontade de sorrir”, ao mesmo tempo que aponta quais as soluções mais adequadas para cada caso e necessidade do paciente, a fim de utilizar as técnicas menos invasivas possíveis.

_MG_8641
Cláudia Paiva utiliza a tecnologia Digital Smile Design para propor os tratamentos mais adequados

A partir deste diagnóstico, são identificadas as necessidades: clareamento dentário, cirurgias gengivais para aumento de tamanho dos dentes, implantes, próteses sobre implantes e dentes e lentes de contato, que ajudam, por exemplo, a solucionar problemas de espaçamento entre dentes e assimetria sem intervenção cirúrgica ou uso de aparelhos ortodônticos.

De acordo com Cláudia, atualmente “são muitos os tratamentos pouco invasivos que produzem resultados naturais, como as estruturas cerâmicas ultrafinas de até 0,2 mm de espessura e as facetas de 0,5 mm a 1 mm de espessura”.

Estas estruturas, também conhecidas como lentes de contato para os dentes, são aplicadas  geralmente após remoção de tecido em excesso da gengiva, também conhecida como plástica gengival, um procedimento considerado de baixa complexidade, mas que produz efeitos significativos no rosto do paciente, por exibir uma porção maior do dente.

O procedimento de extração de tecido da gengiva aliada ao implante destas placas de cerâmica ultrafina dura aproximadamente três sessões e servem para alinhar dentes, preencher espaços (diastema), proteger dentes fraturados ou desgastados e equilibrar altura, cor, largura e alinhamento.

“A odontologia estética busca um sorriso que embeleze o rosto do paciente e que seja adequado à imagem que ele queira mostrar. Por isso fazemos primeiro a avaliação com fotos intra e extra orais e simular o resultado que deve ser alcançado: um sorriso harmonioso, que preencha as necessidades funcionais, estéticas e emocionais do paciente, melhorando a sua auto estima”, explica.

Saiba mais

A dentista Cláudia Paiva explica as diferentes técnicas de estética bucal, do clareamento às facetas cerâmicas, bem como a plástica gengival, no seu site: https://www.claudiapaiva.com.br/casos-clinicos/.

Serviço

Cláudia Paiva Odontologia Estética

Rua Oswaldo Cruz, 1089

85 – 3091.0210

_MG_8650
Cláudia Paíva é dentista, mestra em Reabilitação Oral e especialista em Periodontia e Implantodontia e Prótese, além de cursos em Estética Avançada e Disfunção da ATM.