O governador Camilo Santana (PT) autorizou, nesta quarta-feira (7), o início das obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, que ligará o Centro da Capital ao Papicu em um tempo de viagem de 15 minutos. Após concluído, o empreendimento terá capacidade de transportar até 150 mil passageiros diariamente. A Linha Leste conta com investimento na ordem de R$ 1 bilhão financiados pelo BNDES, além de R$ 673 milhões do Governo Federal e R$ 186 milhões do Tesouro Estadual. A obra tem conclusão prevista dentro do prazo de quatro anos.

No novo trecho serão 7,3 km de extensão ligando o Centro ao Papicu, com uma estação de superfície (Tirol-Moura Brasil) e outras quatro subterrâneas (Chico da Silva, Colégio Militar, Nunes Valente e Papicu).

“Fará parte desta obra a construção da Linha Leste, com 7,3 km, interligando à Linha Sul do Metrô e ao VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), que já está em operação assistida. Então, nós vamos ter aqui a interligação do VLT Parangaba- Mucuripe, Linha Sul Pacatuba-Centro – interligando lá na Parangaba com o VLT, e aqui integrando também com a Linha Oeste que vem lá de Caucaia. Vamos ter aqui em Fortaleza, talvez, o melhor sistema metroviário interligado de uma capital do Nordeste brasileiro”, afirmou Camilo.

Participaram da solenidade, além do chefe do Executivo estadual, o secretário da Infraestrutura Lucio Gomes; o presidente do Senado, Eunício Oliveira; e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

Fotos: Natanael Feitosa