O trecho da costa francesa que se estende de Toulon até a fronteira com a Itália é a um dos mais prestigiosos de todo o Meditarrêneo. A Côte D’Azur, ou Riviera Francesa, tem cerca de 180 km de extensão, por onde se espalham praias com um mar azul intenso, vilarejos medievais, mansões de super ricos e celebridades e, claro, muita badalação e glamour, principalmente nas suas maiores joias: Nice, Cannes, Saint Tropez e o principado de Mônaco.

Além das festas, dos milhares de turistas de outros países (e também muitos franceses de outras regiões) que há séculos vão aproveitar o sol e o calor do verão, a região também ferve em maio, quando Cannes recebe o festival de cinema mais glamouroso do mundo.

Nice, tida como a metrópole da região (sua região metropolitana tem mais de um milhão de habitantes), pertenceu à Itália até 1860, e a influência italiana pode ser percebida tanto na arquitetura quanto no modo de viver. A cidade também tem uma relação histórica com a arte: já abrigou artistas como Pablo Picasso e Henri Matisse.

Saint Tropez passou de uma vila de pescadores, tradicional e rústica, para um dos mais badalados destinos do mundo a partir do anos 1950, quando a praia ficou associada a Brigitte Bardot (que ainda possui casa lá). Apesar dos iates e veleiros que abarrotam a praia no verão (em algumas semanas o fluxo ultrapassa 100 mil pessoas), é uma cidade calma e charmosa ao longo do ano.

Mônaco dispensa apresentações. O minúsculo país é lar de abastados do mundo inteiro, o que pode ser facilmente constatado tanto nas lojas, restaurantes e hotéis, quanto pelas mansões e os inúmeros iates que disputam a pequena costa.

Nice, Cannes e Mônaco são bem próximas uma da outra e interligados por uma rede de trens similar a um metrô, chamada TER. De Cannes para Nice, por exemplo, é apenas meia hora. Quem não quer ficar baseado em uma cidade ou prefere trens mais confortáveis, pode aproveitar os TGV, outro tipo de trem, com espaço para bagagem e reservas antecipadas.

Estes destinos, que figuram entre os mais charmosos do mundo, podem ser facilmente acessados a partir de Fortaleza. Graças ao hub da Air France/KLM, todos os dias saem voos para a França, com conexão tanto em Paris quanto em Amsterdã. Assim, é possível sair daqui e chegar ao aeroporto de Nice, o principal da região, em até 13h30, incluída a conexão.