Top Patagonia Austral
A Patagônia Austral é a parte mais ao sul do Chile e possui vários glaciares e termas.
Calafate 8
El Calafate é uma das principais cidade da Patagôia e onde está localizado o famoso glaciar Perito Moreno.
Torres Del Paine
Torres del Paine, no Chile, tem dois circuitos de montanhismo de dificuldade elevada, chamados “W e “O”, devido aos formatos dos cumes.
Cerro Catedral Bariloche1
Cerro Catedral, em Bariloche, é um dos picos nevados mais conhecidos da América do Sul.
Aysen
Aysen é conhecida pelos adeptos de atividades como trekking, montanhismo e canoagem.
Argentina Bariloche Ver
Bariloche é um dos principais destinos de férias dos argentinos também no verão, quando a natureza local fica ainda mais exuberante.

O “fim do mundo” é cheio de experiências e paisagens das mais ricas do planeta, e está logo ali ao sul, na região que abrange a divisa da Argentina com o Chile. A Patagônia, detentora de uma das maiores biodiversidades do planeta e porção de terra continental mais ao sul que existe – tanto que é de lá que partem as expedições para a Antártica -, é cercada pelas montanhas andinas, que passam dos 3 mil metros de altitude, e possui um clima que muda literalmente “ao sabor do vento” do Atlântico.

A região é extensa. São mais de 800 mil quilômetros quadrados (para comparar, o Ceará tem pouco menos de 149 mil km²), por isso, o visitante precisa planejar bem o que pretende conhecer. A parte argentina, cerca de 3/4 do território, é dividida em cinco províncias e duas microrregiões: a Patagônia Andina, onde fica a charmosa Bariloche e El Calafate, outro portão de entrada da região, excelente para a prática de ski entre junho e setembro; e a Patagônia Atlântica, conhecida pelas planícies áridas e pela facilidade de avistar leões marinhos, pinguins e baleias.

A chilena é dividida em três partes: Região dos Lagos, um pouco mais perto da capital Santiago e cheia de lagos, rios e termas naturais; Aysén, também montanhosa e onde estão vilas charmosas como Puerto Aysén e Coyhaique; e a Patagônia Austral, a porção mais ao sul do continente e conhecida pelos glaciares. A maior parte das reservas naturais chilenas estão na região Austral.

Apesar dos muitos rios e lagos, a Patagônia é árida e as chuvas dependem de frentes frias e massas de ar polar vindas da Antártida. Por isso, o viajante precisa se preparar para mudanças repentinas, rajadas fortes de ventos, variações de mais de 20 graus em um único dia e até neve no verão. Além disso, é preciso estar preparado para andar muito e pegar estradas não muito conservadas. Aliás, uma das aventuras favoritas dos viajantes é pegar a Ruta Nacional 40, na Argentina, que vai da Patagônia até a Bolívia.

A partir de Fortaleza, a maneira mais fácil de chegar à região é pelo voo da GOL Fortaleza-Buenos Aires, que sai da capital cearense aos sábado e tem seis horas de duração. A Casablanca Turismo oferece diferentes experiências na Patagônia, tanto na parte chilena quanto na Argentina, além de oportunidades especiais para o Réveillon 2019.

Serviço:
Casablanca Turismo: 3466.6000

Pacotes de Réveillon